Notas de real

O que é Empréstimo?

O que é empréstimo?

Vamos definir mais abaixo o que é Empréstimo de fato. Mas, para um bom ponto de partida, podemos diferenciar o que é investimento de empréstimo. 

É muito comum um empresário deixar de investir na sua empresa pelo simples fato de confundir com despesa. O Investimento, é claro, bem estruturado, é uma forma de elevar as rendas. Mas, então, porque tanto medo de investir. É por causa desta confusão despesa x investimento. Se, o empresário, normalmente, especializado, tem esta falta de discernimento, o que dizemos se nós encaramos empréstimo na maioria das vezes como investimento?

Não, necessariamente não confundimos empréstimo com investimento. De propósito, chamei atenção para o fato que confundimos empréstimo com poupança.

Isso mesmo meu grande amigo. Confuso? O ato de tomar empréstimo, antes de ser um ato de se endividar, é, de alguma forma, a incapacidade de gerar poupança. 

Nós encontramos no montante do empréstimo o único meio de adquirir uma quantidade tamanha de dinheiro que seja capaz de "realizar um sonho" como reformar a casa, trocar de carro..." ou mesmo, o que é em grande parte o destino dos empréstimos, pagar dívidas que tomaram um tamanho que nos tiram o sono. Hum...Este final, ficou legal. Um dívida pela outra? 

Vamos completar...Uma dívida pela outra porque não temos o hábito ou algo nos incapacita de ECONOMIZAR.

O Empréstimo

Quando precisamos de dinheiro, a primeira opção é através de um empréstimo. Existem vários tipos de empréstimos. Você pode obter recursos da maneira informal, no caso, por meio de parentes, amigos. Ou por meio da comodidade do mundo online, pode obter empréstimos online em diversos meios digitais. Independentemente do seu status de do seu score de crédito, seja pessoal, sem garantia ou com garantia, como os empréstimos consignados. No entanto, nunca é demais ler sobre o assunto e buscar orientações de um especialista. Ao que trata de empréstimo consignado, não tem qualquer referência ao risco de crédito. No entanto, deve estar dentro dos regulamentos da empresa quanto à idade, lucro, tipo de benefício, valor mínimo da parcela, valor máximo, valores teto de acordo com a idade entre outros.

Serviço

Esse é um parágrafo. Clique em "Editar Texto" ou clique 2 vezes na caixa de texto para editar o conteúdo e adicionar as informações que deseja compartilhar com os seus visitantes.

COMO E QUANDO FAZER UM EMPRÉSTIMO

Quando precisamos de dinheiro, a primeira opção é através de um empréstimo. Existem vários tipos de empréstimos. Você pode obter recursos da forma informal, no caso, por meio de parentes, amigos. Ou por meio da comodidade do mundo online, pode obter empréstimos online em diversos meios digitais.

 

Independentemente do seu status de do seu score de crédito, seja pessoal, sem garantia ou com garantia, como os empréstimos consignados. No entanto, nunca é demais ler sobre o assunto e buscar orientações de um especialista. Ao que trata de empréstimo consignado, não tem qualquer referência ao risco de crédito. No entanto, deve estar dentro dos regulamentos da empresa quanto à idade, lucro, tipo de benefício, valor mínimo da parcela, valor máximo, valores teto de acordo com a idade entre outros.

 

Se você está considerando um empréstimo pessoal, confira como ferramentas, dicas e macetas da Amtruth incluídos aqui.  Tire vantagem deste material.  Assim, você saberá todos os ângulos do crédito e, com certeza, vai obter um incremento de ganho significativo.

Custos

O ponto mais importante quando você vai pegar emprestado são as taxas de juros. Além do valor de cada parcela, você precisa ficar de olho no Custo Efetivo Total (CET). É ele quem indica outras taxas que podem ser parte do valor. Vamos aprofundar a seguir.

 

 

O Dinheiro e o Tempo

Sem dúvida, esta relação entre o tempo e o dinheiro é o ponto mais importante. No anseio obter empréstimo ou financiamento, é bem comum que ceguemos na primeira proposta a fim de dar logo execução aos nossos desejos e necessidades, quase sempre muito mais desejo do que necessidade.

Preste atenção! Esta pequena ação, pode transformar boa parte de nossas vidas. Um empréstimo se acrescentar somente 1% a mais ao mês, pode fazer grande diferença. Vejamos:

Valores Padrão:

Prestação: 250,00.

Prazo: 84 meses. (Prazo máximo para beneficiários do INSS).

Taxa de 1% a.m.

Taxa de 2% a.m.

Exemplo taxa 1-> TAXA: 1% A.M

Valor futuro 1: R$ 32.668,07

Exemplo Taxa 2 -> TAXA: 2% A.M

Valor futuro 2:  R$ 53.466,65 (Valor a ser pago ao Banco)

Comparando o primeiro exemplo, da taxa de 1%, começamos a perceber a importância do tempo e o dinheiro. Vou usar uma metáfora para ilustrar o que acontece com o dinheiro nas duas pontas da negociação de empréstimo:

São elas: 

  • O Quanto você pega emprestado - Início da Ponta

  • O Quanto você paga pelo valor que tomou emprestado

OU SEJA, POR CAUSA DE 1% A MAIS SOMENTE, O TOMADOR VAI PAGAR 20.798,58 REAIS A MAIS PELO MESMO VALOR DE EMPRÉSTIMO, CORRETO? NEGATIVO, O VALOR DA TAXA DE 2% OBTIDO NO EMPRÉSTIMO É MENOR DO QUE O VALOR DA TAXA DE 1. NO SEGUNDO EXEMPLO, É POSSÍVEL TIRAR 14.000,00 E PAGAR 20 MIL REAIS A MENOS. E NO EXEMPLO DOS 2%, TOMA-SE 10.000 E PAGA 20.000 A MAIS. OU SEJA, VOCÊ PERDE SEJA QUAL FOR O ÂNGULO. NO FINAL, VOCÊ, POR UM SIMPLES DESCUIDO, DEIXOU DE POUPAR 24.000,00.

O ponto mais importante para se ver no empréstimo, sem dúvida, é quanto vale o dinheiro que eu vou "comprar". Parece estranho, mas no final das contas, e não se trata-se de trocadilho, eu quero isto, no final de sua contabilidade do empréstimo, você comprou o dinheiro e o pagou através de devoluções que excedem, obviamente, o valor recebido. O valor pago total, nós podemos chamar de Valor Futuro. O valor do dinheiro ao longo do tempo representa-se pela taxa que índice sobre o mesmo e o tempo que vai decorrer para pagar o empréstimo (prazo). Se eu compro o dinheiro por um determinado valor, então, a primeira questão é: como pode comprar este mesmo empréstimo, ou seja, receber o mesmo valor que desejo pagando parcelas menores. PESQUISAR é a primeira solução.

Quanto mais eu pesquiso, maior será a probabilidade de eu encontrar um banco praticando uma taxa de juros menores, sendo então, que ao optar por ela, eu estou pagando menos pelo mesmo valor que eu iria receber em outro lugar.  É essencial atentar para usar a modalidade correta de empréstimo na necessidade adequada de cada um. Exemplo, são os financiamentos, que tem finalidades diferentes e podem ser muitas vezes mais vantajosos, sobretudo quando o destino do dinheiro é sabido, como imóveis e móveis.

praticidade

Outro ponto de diferença entre os dois modelos é a burocracia e a quantidade de papelada que fecha os contratos. As aletas de financiamento exigem mais evidências de como os fundos serão usados.

No caso de empréstimos pessoais, como não é necessário dar justificativas, bancos e finanças fazem apenas a análise de crédito. Uma maneira de fazer essa análise é através do score de crédito.

 

Diferença entre empréstimo e financiamento

Apesar de similares, como duas opções de crédito possuem características diferentes.

Ambos são contratos com bancos ou instituições financeiras para emprestar dinheiro de clientes.

Qual o Propósito?

Os empréstimos pessoais não têm finalidade específica. Você pode usar o dinheiro para pagar outras dívidas mais caras ou algumas contas do dia a dia.

 

O financiamento tem um objetivo válido, seja comprar um imóvel, um carro ou até mesmo comprar materiais de construção.

interesse

Outra diferença entre as duas operações financeiras são as taxas de juros. Os juros geralmente são mais altos quando o banco ou o financeiro não pode garantir os pagamentos no dia. Portanto, como taxas de financiamento são geralmente mais baixas do que as taxas de empréstimo.

Seu bolso

A primeira dica antes mesmo de conferir as opções de empréstimo é se seu bolso pode lidar com isso. Você tem que saber quanto você ganha e quais despesas já fazem parte do seu dia a dia.  Conforme a maioria dos economistas, você não pode comprometer mais do que 30% dos seus ganhos com despesas fixas.

Então você pode ter uma ideia de quanto você poderia pagar sem comprometer seu orçamento.

 

Fique atento, jamais consuma toda sua capacidade de crédito, pois, uma emergência pode surgir e, desta forma, você pode ser pego desprevenido. Não podemos prever quando é que uma grande necessidade vai nos bater a porta. Se já bateu, procure ao máximo quitar, ou, pelo menos, abater os empréstimos que foram tomados na emergência, assim você fica preparado caso uma segunda emergência aconteça.

Serviço

Esse é um parágrafo. Clique em "Editar Texto" ou clique 2 vezes na caixa de texto para editar o conteúdo e adicionar as informações que deseja compartilhar com os seus visitantes.

Serviço

Esse é um parágrafo. Clique em "Editar Texto" ou clique 2 vezes na caixa de texto para editar o conteúdo e adicionar as informações que deseja compartilhar com os seus visitantes.

Contato

Gostou do que viu? Contate-nos para saber mais.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Instagram
Obrigado pelo envio!
sellingBoy.webp